Thursday, April 4, 2013

O ultraleve anfíbio brasileiro SeaMax

O ultraleve anfíbio brasileiro SeaMax:
O SeaMax é uma aeronave anfíbia, opera em terra e na água, com capacidade para dois ocupantes e pode ser equipada com motor Rotax 912S que desenvolve 100hp. Monoplano de asa alta semicantilever e possui o alojamento do motor na parte central da fuselagem do avião. Devido esse arranjo o SeaMax tem o hélice alojada atrás do motor.
AVIAÇÃO GERAL: 03 de abril de 2013

VERSATILIDADE DO AVIÃO ANFÍBIO
O Brasil, com 8.000 km de litoral, recortado de rios, lagos e represas, é o habitat natural do avião anfíbio. A versatilidade da operação, além de pouso na água e em pistas convencionais, permite pousar na água e taxiar para terra firme e vice-versa. Isso permite um voo descontraído sobre a água, proporcionando o prazer que só esse tipo de voo esportivo oferece. Apesar dessas características do SeaMax, em nada comprometem a sua performance quando comparado ao avião convencional.
SEGURANÇA DE OPERAÇÃO
Devido a essas características pode voa sempre apoiado por uma infinidade de opções para pouso em caso de alguma pane. Sua baixa velocidade stol, 36 mph ou 57Km/h a confiabilidade do motor Rotax e a integridade estrutural da estrutura monocoque construída em material composto de alta resistência pode ser considerado uma aeronave muito segura.
DESEMPENHO
O SeaMax tem o maior envelope de voo na categoria anfíbios. Envelope de voo são os parâmetros mínimos e máximos em que uma aeronave pode e deve ser operada. Velocidade de cruzeiro de 100 mph, 180 Km/h, e velocidade de stol de 36 mph o pouso e a decolagem tem uma corrida curta e isso pode ser fundamental para alcançar locais de pouso apertados principalmente nas emergências. Além disso, segundo seu fabricante, uma docilidade e harmonia de comandos invejáveis.
O CONFORTO E SEGURANÇA
Possui um amplo cockpit, acomodando confortavelmente piloto e passageiro. Tem bancos ajustáveis permitindo um conforto melhorado independente da estatura dos ocupantes. Devido a isso pode alçar voos de longa duração sem provocar fadigas em seus ocupantes. A visibilidade é um atrativo a mais graças a seu amplo para-brisa inteiriço construído em peça única. Juntando tudo isso pode seu voo pode ser muito prazeroso e excepcionalmente seguro.
TECNOLOGIA AVANÇADA
Tecnologia de ponta no emprego de materiais compostos em suas estruturas, como a fibra de vidro, fibra de carbono e o Kevlar. Graças a limpeza aerodinâmica e o perfil do aerofólio da asa otimizados tem uma operação anfíbia de alto desempenho. Além disso, o mecanismo eletromecânico do trem de pouso é construído de forma proporcionar grande confiabilidade aeronáutica.
O SeaMax é construído com materiais compostos de alta tecnologia, como fibra de carbono, Kevlar® (Fibra Aramida), fibra de vidro, alumínio aeronáutico e aço inox, e passa por um rígido controle de qualidade tanto na confecção de suas peças quanto nos demais processos de pintura e montagem.
A concepção do design exterior do SeaMax foi um desafio, pela harmonia entre sua beleza e suas eficiências hidro e aerodinâmicas. Desde o início o objetivo foi projetar uma aeronave singular, dócil, que além de ter uma excelente performance em voo, também possui boas características na água.
PREÇO COMPETITIVO
Com as opções de mercado nacional e importado para aviões anfíbios e para ultraleves avançados de mesma categoria. O SeaMax é enquadrado na categoria S-LSA (SPECIAL LIGHT SPORT AIRCRAFT) pelo FAA nos Estados Unidos. E participou da feira de Lakeland–USA em abril de 2012 como o melhor anfíbio entre 30 ‘trinta’ competidores. A aeronave pode ser adquirida pronta para voar ou em forma de Kit, kits de construção rápida (fast build kit), onde o proprietário assume a tarefa de terminar o avião o que envolve a montagem, a motorização, instrumentação e a legalização do avião.  Avião Standard é cotado em Reais pelo fabricante.
Conheça outras aeronaves da mesma categoria seguindo os links abaixo
ICON A5 – DE VOLTA O PRAZER DE VOAR


Super Petrel LS – O sucesso da Edra Aeronáutica

1 comment:

  1. Seamax ou Super Petrel? Poderia comentar sobre esse dois?

    ReplyDelete